Os 12 Melhores Livros Espíritas para Conhecer a Doutrina

O espiritismo é uma complexa doutrina com centenas de obras à sua disposição.

Para te guiar nesta jornada, decidimos compor esta lista com os melhores livros espíritas que você pode encontrar.

Destacamos obras nacionais e internacionais que lhe apresentarão perguntas e respostas sobre de onde viemos e para aonde vamos depois do fim. Confira abaixo nossas dicas para você, leitor curioso sobre espiritismo!

A doutrina e os melhores livros espíritas

Codificada por Allan Kardec, o espiritismo é uma doutrina filosófica e religiosa fundamentada na existência, manifestação e ensinos dos espíritos.

O lançamento de sua obra “O livro dos Espíritos”, principal livro sobre espiritismo, marca o início dos contatos metódicos com seres do plano espiritual.

Desde então, cada vez mais material foi publicado, expandindo nosso conhecimento sobre o pós-vida e sua influência no plano material.

Os livros espíritas não só oferecem caminho para praticantes da religião, mas também são produtos de destaque nas estantes de estudiosos da espiritualidade e aqueles que querem conhecer mais sobre reencarnação, a alma, o progresso da humanidade e o amor de Deus.

Seja você um frequentador de centros espíritas ou simplesmente um estudioso da história das religiões, nossa lista vai te ajudar a se encontrar entre tanto material disponível. Vamos lá?

1. O livro dos espíritos, de Allan Kardec, o primeiro dos livros espíritas

livro dos espiritos

O livro mais importante do espiritismo, sem dúvidas, é “O Livro dos Espíritos”, obra que deu início à doutrina e primeira das publicações fundamentais feitas por Allan Kardec.

Lançado em 1857, traz em suas páginas mais de mil perguntas e respostas que respondem a questionamentos sobre o que é o espiritismo e seus pilares.

Ele nos informa sobre a vida na terra e no além-túmulo, de onde viemos, a relação dos homens com o mundo espiritual, as Leis Morais e o caminho futuro para o qual caminha a humanidade.

As questões presentes foram elaboradas por Allan Kardec. Ele, através de vários médiuns, as fez aos espíritos, dos quais as respostas constituem o material presente.

Apesar de não ser um romance e ter uma estrutura pouco convencional em seu estilo de entrevista, “O Livro dos Espíritos” não é de difícil leitura. Isso faz da obra um ótimo ponto de partida no espiritismo e os ensinamentos aqui presentes acompanharão o leitor por toda a jornada nos estudos da religião e doutrina espírita.

2. O livro dos médiuns, de Allan Kardec, essencial após O livro dos espíritos

livro dos mediuns

Mais uma das obras fundamentais para os espíritas, “O Livro dos Médiuns” também foi escrito por Allan Kardec.

Aqui o pai do espiritismo busca expandir o conhecimento acerca da doutrina, desta vez tendo como foco os fenômenos mediúnicos.

Estes são manifestações dos espíritos no mundo material através da mediação de pessoas conhecidas como “médiuns”, ou seja, que possuem a capacidade de se comunicar de alguma forma com o plano espiritual.

Este livro fala sobre espiritismo do ponto de vista mais científico, observando a mediunidade e a própria doutrina espírita como uma ferramenta investigativa, que nos abre todo um novo campo do conhecimento antes não compreendido.

Como uma das 8 obras fundamentais de Allan Kardec, “O Livro dos Médiuns” também é uma leitura importante para o espiritismo. Seus ensinamentos formam a base da religião e da mediunidade como peça fundamental nela.

3. O evangelho segundo o espiritismo, de Allan Kardec, um dos melhores livros para conhecer a doutrina

livro o evangelho segundo o espiritismo

O terceiro item da nossa lista também é a terceira das obras fundamentais do espiritismo.

Outro dos livros de Allan Kardec, “O Evangelho Segundo o Espiritismo” foi lançado em  1864 e é onde a doutrina espírita se encontra de forma direta com seu aspecto de religião.

Para a construção desse material, Kardec contou com o direcionamento de espíritos superiores. Assim, foi possível aplicar visões espíritas, reveladas e desenvolvidas nos dois livros anteriores, aos ensinamentos de Jesus presentes nos evangelhos.

Tais ensinamentos são divididos, por questões didáticas, em aspectos como os milagres, lições morais, parábolas, eventos e aspectos pessoais da vida do Cristo.

A doutrina espírita, em seu lado religioso e cristão, tem nesse livro um guia completo sobre moralidade e fundamenta a revelação de Jesus como espírito superior e exemplo maior de bondade que a humanidade possui.

4. Nosso lar, de Chico Xavier, um dos melhores livros espíritas de sempre

livro nosso lar

Psicografado por Chico Xavier, espírita mais famoso do Brasil, “Nosso Lar” se trata de um dos romances ditados ao médium pelo espírito André Luiz e narra as experiências dele após seu desencarne.

Médico em vida, André foi levado à colônia espiritual de Nosso Lar, onde aprende sobre o mundo dos espíritos e a dignificação do trabalho justo nessa nova realidade em que se vê.

As páginas são permeadas de ensinamentos a respeito do mundo espiritual e a vida após a morte que os espíritos têm, inclusive os preparos necessários para uma reencarnação. Tudo isso em forma de romance, que acompanha os primeiros anos de André Luiz em Nosso Lar.

A influência é tamanha que esta foi escolhida como obra espírita mais importante publicada no século XX. Além disso, ela teve adaptação para o cinema com o filme Nosso Lar, de 2010, e serviu de inspiração para a novela A Viagem, de 1975, e seu remake em 1994.

Este é um dos melhores livros espíritas para o começo do seu estudo no assunto.

5. Ação e reação, de Chico Xavier, grande nome da literatura espírita

livro acao e reacao

Neste que, assim como “Nosso Lar”, faz parte da série de livros conhecida como “A Vida no Mundo Espiritual”, continuamos a acompanhar a trajetória de André Luiz após seu desencarne.

Também narrada a Chico por André, a obra conta sobre o período do espírito na Mansão Paz, uma espécie de casa de acolhimento espiritual, situada nos planos inferiores.

Ao longo da narrativa, acompanhamos diversos casos de espíritos em sofrimento e suas histórias.

A mensagem principal gira em torno da chamada Lei de Ação e Reação. O conceito da física se aplica na doutrina espírita para explicar que cada ação que tomamos gera uma série de reações e, em algum momento, lidaremos com as consequências dos nossos atos.

Essa ideia é um importante ponto para o espiritismo, e diz respeito à noção de que a dor é nos concedida como forma de expiar e reparar erros do passado.

“Ação e Reação” é um livro marcante na obra de Chico Xavier e para o espiritismo em geral, constituindo assim obra essencial durante a jornada de descobrimento da doutrina.

6. Violetas na janela, de Vera Lúcia Marinzeck de Carvalho, destaque entre os romances espíritas

livro violetas na janela

Narrado pelo espírito de Patrícia Braghini através da médium Vera Lúcia Marinzeck de Carvalho, sua tia, este romance conta a história da jovem que, ao desencarnar com apenas 19 anos, foi acolhida por amigos espirituais.

Patrícia dá relatos da vida no plano espiritual, seus moradores e histórias destes. Lá ela encontra com sua avó, Amaziles, e diversos outros personagens que a auxiliam na adaptação à nova vida na Colônia São Sebastião.

“Violetas na Janela” apresenta em sua narrativa diversos conceitos sobre o espiritismo de forma simples e didática. Essa característica confere a ele papel de destaque entre aqueles que buscam abordagem mais simples à doutrina e os mais jovens.

O livro de Vera Lúcia Marinzeck é um best-seller brasileiro, com mais de um milhão de cópias vendidas, e foi adaptado para o teatro em uma peça de muito sucesso.

A obra tem ainda uma continuação. Intitulada “Vivendo no Mundo dos Espíritos”, ela prossegue com a história de Patrícia e suas experiências no mundo Celestial.

7. Bezerra de Menezes: o médico dos pobres, de Francisco Acquarone

livro bezerra de menezes

Este livro narra a trajetória de Bezerra de Menezes, uma das pessoas mais importantes para o espiritismo no Brasil.

O médico, nascido em 29 de agosto de 1831, ficou conhecido principalmente pela sua postura caridosa no exercício da medicina, o que lhe conferiu o título de “o médico dos pobres”, presente no título da obra.

Além disso, teve carreira política, sendo eleito deputado e vereador pela cidade do Rio de Janeiro.

Bezerra de Menezes foi figura central no desenvolvimento da doutrina espírita em território nacional. Chegou a presidir a Federação Espírita Brasileira (FEB) em duas ocasiões, a primeira de 1889 a 1891 e, anos depois, entre 1895 e 1900, ano em que faleceu ainda no exercício do cargo.

Ele ainda foi responsável pela tradução de “Obras Póstumas”, de autoria de Allan Kardec, e uma série de estudos sobre “O Livro dos Espíritos” e “O Evangelho Segundo o Espiritismo” em reuniões públicas.

O livro de Francisco Acquarone é leitura essencial para quem quer entender a disseminação do espiritismo no Brasil, além de conter importante material sobre o período histórico em que o médico espírita viveu.

8. Deixe-me partir, de Tânia Fernandes de Carvalho, outro bom romance espírita

livro deixe me partir

O espiritismo enxerga a morte de forma mais natural que outras religiões e filosofias. Nesta obra de Tânia Fernandes de Carvalho, o luto e a dor provocadas pela perda de um ente querido são tratados sob a ótica da doutrina.

Aqui a autora examina os estágios do luto de forma didática, e busca dar subsídios àqueles passando por essa fase da vida.

Afinal, para o espiritismo, a morte nada mais é que uma passagem. Saber lidar com ela e trabalhar os sentimentos envolvidos é importante tanto para os que ficam quanto para os que partiram.

“Deixe-me Partir” confere apoio e direcionamento para aqueles que sofrem, e conhecimento para os que buscam compreender os processos envolvidos no desencarne.

9. Paulo e Estevão, de Chico Xavier, obra importante da literatura espírita

livro paulo e estevao

Outro importante livro do médium de Minas Gerais, “Paulo e Estevão” é uma narrativa histórica ditada a Chico pelo espírito Emmanuel.

Publicado em 1941, o livro conta a vida de Paulo de Tarso após a crucificação de Jesus, em 34 depois de Cristo (d.C), até o ano de seu provável falecimento, em 64 d.C.

Antes um fervoroso perseguidor de cristãos, Paulo vê sua vida se transformar e ele se torna um dos maiores difundidores do evangelho que já existiu. Esta obra revela fatos inéditos na vida do apóstolo e lança novo significado às Epístolas de Paulo.

Seu teor histórico e suas lições sobre o poder das pequenas ações fazem deste livro uma leitura recomendada para qualquer pessoa, espíritas ou não.

10. As lições de Chico Xavier, de Marcel Souto Maior, biografia de um dos maiores autores do espiritismo

livro as licoes de chico xavier

Este livro biográfico conta a história de Chico Xavier, o mais importante médium brasileiro que já viveu.

Nascido em Minas Gerais, na cidade de Pedro Leopoldo, em 2 de abril de 1910, Francisco Cândido Xavier teve uma infância dura. Por anos sofreu abusos da madrinha e, desde cedo, começou a manifestar as capacidades mediúnicas.

Em seus primeiros textos psicografados, ele apresentava poesias de autores luso-brasileiros já mortos, que inclusive foi o tema de seu primeiro livro. A polêmica envolvida na publicação de “Parnaso de Além-Túmulo” conferiu divulgação e certa visibilidade para o médium e o movimento espírita brasileiro.

Frequentando o Centro Espírita Luiz Gonzaga, ele passou a atender os necessitados e psicografar cartas para familiares que vinham em seu encontro. Tudo isso enquanto ainda trabalhava de datilógrafo.

Chico Xavier sempre viveu de forma simples e jamais ganhou lucros com o que escreveu. Estes foram repassados para instituições de caridade, o que rendeu a Chico papel de destaque como filantropo.

Sua parceria com o espírito Emmanuel é famosa e rendeu diversos livros espíritas que servem de pilar para o espiritismo no mundo todo.

“As Vidas de Chico Xavier” serviu de base para o filme Chico Xavier, lançado nos cinemas em 2010, ano do centenário do médium, e possui duas continuações, “Por Trás do Véu de Isis”, de 2004, e “As Lições de Chico Xavier”, de 2005, ambas também por Marcel Souto Maior.

11. Nos bastidores da obsessão, de Divaldo Pereira Franco, outro mestre da literatura espírita

livro nos bastidores da obsessao

Divaldo Pereira Franco é um dos maiores estudiosos e expoentes modernos do espiritismo. Neste livro ele trata da obsessão, fenômeno onde espíritos exercem forte influência sobre as pessoas, causando sofrimento em suas vidas.

Aqui acompanhamos a vida da Família Soares, residentes de Salvador entre os anos de 1937 e 1938. Durante este período os integrantes se encontravam sob obsessão, o que lhes causava grande perturbação.

Durante a narrativa, são mostrados os esforços dos planos superiores, em conjunto com a União Espírita Baiana, para auxiliar a família.

“Nos Bastidores da Obsessão” serve para aprofundar os conhecimentos sobre a natureza da obsessão e o poder que os espíritos têm sobre o plano material.

12. Recordações da mediunidade, de Yvonne do Amaral Pereira, fechando nossa lista de melhores livros espíritas com chave de ouro

livro recordacoes da mediunidade

Em conjunto com o espírito de Bezerra de Menezes, Yvonne do Amaral Pereira, em seu livro “Recordações da Mediunidade”, nos dá relatos de sua própria mediunidade e seus processos, e estabelece diretrizes para aqueles envolvidos no trabalho mediúnico.

O livro ainda trata de questões gerais do espiritismo, como o efeito de mortes violentas, tal qual por suicídio, numa existência futura, a obsessão, os chamados anjos guardiões, dentro outros.

Esta obra, de uma grande autora espírita nacional, é importante guia para médiuns de todos os níveis e material para estudos dos interessados na doutrina espírita.

Veja tambémOs 20 Melhores Livros sobre o Cristianismo

Milhares de Livros em Promoções Diariamente na Amazon! Se você ama ler, não pode perder.