Como Decorar a Bíblia? Dicas Práticas para Memorizar a Palavra de Deus

Você tem interesse em saber como decorar a Bíblia? Neste artigo, trouxemos dicas incríveis que vão ajudar você.

De acordo com o Guinness Book, o famoso livro dos recordes, a Bíblia é o livro mais vendido do mundo. Desde que começou a ser produzida em larga escala, há mais de 600 anos, mais de cinco bilhões de exemplares já foram vendidos.

A maioria das pessoas a compra por profetizar o cristianismo e em busca de uma palavra de conforto, lendo poucos versículos por vez. Mas há quem vá além e, por diferentes razões, busque saber como decorar a Bíblia.

Neste artigo, vamos apresentar algumas dicas para ajudá-lo nos seus estudos desse famoso livro.

O jeito que vamos sugerir inclui desde dicas de comportamento até um ou outro passo mais prático, como o uso da mnemônica.

Como memorizar a Bíblia?

Vamos admitir desde já: a memorização da Bíblia não é uma tarefa das mais simples.

O problema maior reside no fato de ser um livro longo – na verdade, a Bíblia é composta por 66 livros, sendo 39 do Antigo Testamento e 27 do Novo. E há ainda o fato de muitos de seus textos terem uma leitura difícil.

Mas há maneiras de tornar o estudo mais simples.

Se você seguir alguns passos e usar estratégias para exercitar a memória, poderá, de versículo em versículo, recordar de um texto inteiro. E será assim, de passo em passo, que o livro poderá ser memorizado.

Então, vamos às dicas?

Não procrastine

Seja para memorizar a Palavra de Deus, seja para estudar para provas ou concursos, uma coisa é certa: a procrastinação é sua inimiga.

Deixar para depois não vai tornar as coisas mais fáceis. Ao contrário, vai continuar sendo uma necessidade em sua vida, mas talvez tendo que ser dividida com outras que apareçam.

A leitura da Bíblia, muitas vezes, não é uma tarefa fácil.

Muitos dos livros que a compõem têm leitura pouco fluida, ou o próprio tema não é dos mais cativantes. Mas, se você busca a memorização da Bíblia, não há muito o que fazer: vai precisar ler todos os seus textos.

Uma boa maneira de evitar a procrastinação é estabelecer a leitura da Bíblia – ou, pelo menos, de seus trechos menos convidativos – para a primeira hora do seu dia.

Acorde, faça um café, pegue o livro e comece a ler. Ao fazer isso logo ao acordar, você estará descansado e com a mente mais tranquila.

Isso ajudará, ao mesmo tempo, que você não encare a leitura como um obstáculo para o seu dia, e conseguirá manter o texto lido em sua memória com mais facilidade.

Insista, persevere

A insistência e a perseverança são aliadas e ótimas combatentes da procrastinação – e para se saber como decorar a Bíblia.

Pegou a Bíblia, começou a ler, mas logo perdeu a vontade? Leia mais um pouquinho. E esta é uma das obras mais propícias a se ler mais um pouco.

Reflita: é mais fácil ler sem parar um livro de crônicas ou um livro cujo próximo capítulo nunca aparece?

Sempre que a gente está lendo alguma coisa em que o próximo título ou capítulo está logo ali na frente, seja na página seguinte ou pouco adiante, temos a tendência a ler até chegar lá.

Por duas razões: é mais fácil de nos organizarmos, e temos a certeza de que teremos pelo menos encerrado um tema ou assunto.

Nesse sentido, a Bíblia facilita muito. Ela é dividida em centenas de capítulos e milhares de versículos. Então, sempre que a vontade de ler estiver se esvaindo, faça um esforço e pense: “vou ler até encerrar este capítulo”.

Respeite seu relógio biológico

Não procrastinar é importante, mas respeitar seu corpo é mais importante ainda.

Faça a leitura da Bíblia quando você estiver com disposição. Se você teve um dia intenso de trabalho, ler a Palavra de Deus na cama antes de dormir provavelmente ajudará você do ponto de vista pessoal, mas não da memorização.

Quando estamos com sono, nossa capacidade de concentração diminui e nosso ritmo fica mais lento.

Por mais que estudos já tenham demonstrado que dormir logo depois de uma leitura ajuda a memória, se você não estiver prestando atenção no que estiver lendo, isso de nada adiantará.

Organize-se

Seja para aprender como decorar a Bíblia, seja para a vida, organização é tudo. E nesta tarefa ela deve estar presente nos mais diversos sentidos.

Em primeiro lugar, escolha um lugar calmo e organizado para fazer a leitura. Afinal, as pessoas tendem a ter mais concentração no que estão lendo se não tiverem alguma coisa no entorno que seja capaz de desviar suas atenções.

Depois, reserve um horário do dia para ler os textos.

No início deste artigo sugerimos a primeira hora do dia, como forma de evitar a procrastinação. Mas, se você não tiver medo dela, pode ser qualquer outro. O importante é ler diariamente, mais ou menos na mesma hora.

Isso ajuda muito porque você incluirá a leitura dos versículos da Bíblia como algo da sua rotina normal.

Por exemplo, se você sabe que tem que tomar café da manhã, almoçar e jantar – e por isso o faz todos os dias -, e que tem que ir trabalhar entre 8h e 16h – e por isso todos as manhãs, às 8h, está no seu serviço -, por que não incluir na sua lista de afazeres a leitura da Palavra de Deus?

Mas não deixe de variar!

Ter um horário mais ou menos fixo para ler vai ajudar muito na sua tarefa de como decorar a Bíblia, mas isso não quer dizer que tem que ser estanque.

Vamos usar o exemplo de uma academia de ginástica.

Se você já frequentou alguma, sabe que o instrutor costuma dividir os treinos. Por mais que você opte por ir diariamente à academia, você nunca repete os exercícios dois dias seguidos.

Isso acontece porque seu corpo precisa descansar – assim como sua memória muscular.

Se, por um lado, ter sempre o mesmo horário para fazer a leitura da Bíblia (ou para ir à academia) ajuda na organização e na rotina, por outro sempre há o risco de num determinado dia você não estar com a mesma força ou disposição do anterior.

Assim, faça testes. Se você tentar memorizar versículos e não estiver conseguindo, tente repeti-los no dia seguinte, mas em outro horário ou local.

Escolha versículos pequenos de início

Há milhões de palavras na Bíblia e é bem improvável que você irá decorar todas, mas o importante é tentar, não é mesmo? E, para tal, você irá ler o livro versículo por versículo.

Esse ponto é muito importante ter em mente por uma questão bastante simples: dê passos curtos. Não tente abraçar o mundo logo de cara.

Um bom modo de memorizar a Bíblia é começando pelas leituras mais fluidas, por versículos chaves, ou ainda por versículos menores.

Às vezes, uma boa maneira é começar pelos provérbios. Você pode fazer assim: leia trechos de alguns dos livros da Bíblia, e intercale com a leitura de provérbios.

Isso traz alguns benefícios, como a variação de temas, de histórias e de informações, auxílio na memorização de citações e descanso à mente.

Tenha, por perto, uma Bíblia aberta no texto que quiser memorizar

Pessoas que têm o hábito de ler a Bíblia costumam deixar um exemplar aberto em alguma área visível, de fácil acesso. Em geral, sempre que passam por ela, dão uma parada para ler alguma parte ou, pelo menos, alguns versículos.

O intuito dessas pessoas é mais pela busca do conforto pessoal. Ao ler a Palavra de Deus ou as escrituras, a ideia delas não é memorizar versículos, mas sim ter alguma forma de saber, buscar um caminho pela fé.

Mas ter acesso fácil à Bíblia também é uma forma muito efetiva na busca pela memorização. Afinal, memorizar a Bíblia também passa por repetir sua leitura e, muitas vezes, fazendo-a em voz alta.

Isso vai ajudar você a, com o passar do tempo, perceber-se citando versículos de memória, palavras e provérbios que, a todo momento, você teve acesso com um simples passar de olhos.

Use a internet e a tecnologia

Segundo a fé católica, as escrituras são milenares. Na Bíblia, o Velho Testamento narra até mesmo sobre o surgimento da Terra e da vida humana, a partir da teoria do criacionismo.

A própria Bíblia como conhecemos hoje passou a ser produzida ainda no século XV – é muito provável que você já tenha ouvido falar na Bíblia de Gutemberg, o inventor da prensa ‘moderna’.

Ocorre que o mundo vai evoluindo e novas tecnologias vão surgindo.

Nos últimos séculos e décadas, tivemos o surgimento de novos meios para transmissão de informações, como rádio, TV, telefone celular, internet e por aí vai. Por que, então, tentar memorizar a Bíblia apenas do modo antigo, lendo o livro como o conhecemos?

Use a tecnologia a seu favor!

Se você estiver no carro, no ônibus ou no metrô, você pode aproveitar o tempo para ouvir a Palavra de Deus a partir de audiobooks.

Se estiver com tempo livre ou ocioso, também pode localizar versículos da Bíblia que queira memorizar com buscas simples no Google.

Por exemplo, se você digitar no buscador ‘Provérbios 10:7’, de cara aparecerá o texto que diz que “a memória deixada pelos justos será uma bênção, mas o nome dos ímpios apodrecerá”.

E tudo isso sem fazer muito esforço.

Além disso, a internet também é um ótimo ambiente para você pesquisar sobre assuntos do nosso próximo tópico – e que está entre as principais dicas que podemos dar a todos que buscam a memorização de algo: as técnicas mnemônicas.

Como decorar a Bíblia com técnicas mnemônicas

Você já ouviu falar em mnemônica? Essas técnicas também ajudam na tarefa de aprender como decorar a Bíblia.

São técnicas que se baseiam na elaboração de suportes, como esquemas, gráficos, símbolos, palavras ou frases, que se relacionam a algum assunto que se queira memorizar. Elas se demonstram muito eficientes porque ajudam o cérebro a associar um conteúdo a outro, o que serve para exercitar a memória.

Ao mesmo tempo, elas funcionam como gatilhos.

Você provavelmente já foi comer em algum lugar ou pediu algum pedaço de bolo que, de repente, lhe fez exclamar que “tem gosto da comida da minha mãe”, ou então que “parece muito de algo que eu comia quando era criança”.

A lembrança rápida foi ocasionada por algum gatilho que o cérebro disparou. Pois as técnicas mnemônicas atuam exatamente assim.

Existem inúmeras estratégias desse tipo que se pode usar, e todas elas têm eficiência.

Mas como a ideia aqui é memorizar a Bíblia e seus versículos – ou, pelo menos, um versículo ou outro -, vamos sugerir três técnicas mnemônicas que costumam ser infalíveis.

Associe um versículo a palavras ou expressões

Crie palavras, siglas ou expressões que ajudem a lembrar de um versículo, de um provérbio ou do nome de um determinado número de pessoas.

Nesse caso, cada letra da palavra criada irá remeter a uma palavra da frase ou da enumeração que se quer lembrar.

Dando um exemplo. Suponha que você queira lembrar o nome de um grupo de determinados personagens bíblicos, que incluem Saul, Abel, Gabriel, Rebeca, Agar, Davi e Abigail.

Convenhamos que não são nomes tão simples de se recordar, ainda mais considerando que você terá todo um contexto para incluí-los. Certamente é mais fácil lembrar a história que se quer contar sobre eles, do que recordar os sete nomes.

Tudo ficará mais fácil, porém, se você associá-los à palavra “sagrada”. Perceba que cada letra remete a um nome: S-Saul; A-Abel; G-Gabriel; R-Rebeca; A-Agar; D-Davi; e A-Abigail.

E mesmo que você não siga a ordem, lembrará que há três personagens bíblicos com a letra A a se recordar.

Faça notas

A ideia aqui é parecida à anterior, mas dentro de um contexto maior. A intenção não é decorar, mas memorizar a história bíblica que se quer.

Se você já fez alguma apresentação, seja em aula ou na empresa onde atua, é provável que já tenha recorrido à técnica de se fazer notas. Não há muito mistério: o que você precisa fazer é usar palavras-chave em vez de grandes frases.

Por exemplo, se você quer memorizar tudo que envolveu o nascimento do menino Jesus segundo os ensinamentos da Bíblia, leia os textos duas ou três vezes e faça pequenas notas com termos como ‘espírito santo’, ‘caminho’, ‘Belém’, ‘Reis Magos’.

Com esse passo a passo, a simples referência a nomes e termos centrais da história fará seu cérebro buscar lá no fundo da memória como cada um se encaixa na história.

Funciona mesmo!

Faça rimas ou músicas

Essa técnica é muito utilizada em escolas e em cursos preparatórios para vestibulares e concursos.

Criar rimas ou frases musicadas ajuda no nosso estudo de como decorar a Bíblia porque elas “ficam na cabeça”. Afinal, todos nós lembramos até hoje de músicas da nossa infância ou que tenham marcado nossas vidas, não é mesmo?

Usando o mesmo exemplo anterior, da história do nascimento do que a fé católica chama de filho de Deus, você pode lembrar de trechos da famosa canção natalina “noite feliz”.

Em dois de seus versos, a cantiga diz que “Pobrezinho nasceu em Belém / Eis na lapa, Jesus nosso bem”.

Se você já leu na Bíblia a história, você certamente se lembrará que Jesus nasceu em um ambiente familiar humilde, em Belém e num ambiente adverso.

A música serve como gatilho para você recordar a narrativa bíblica como um todo.

Rabisque

Entre as dicas, essa é uma daquelas que não costuma ter muita vez em quem é todo cuidadoso com seus livros, mas trata-se de um método comprovadamente eficaz: rabiscar.

Sublinhar um versículo, aplicar um marca-texto em algum provérbio, circular uma palavra ou mesmo um grupo delas é visualmente eficiente.

Isso acontece porque, a partir do momento que você retomar a leitura, saberá qual a parte mais importante a se ler.

No fim das contas, rabiscar tem o mesmo efeito da técnica mnemônica de se criar notas.

Outra coisa legal a se fazer é puxar linhas a partir de um versículo ou palavra para se fazer comentários na lateral ou no pé da página.

Distribua lembretes pela casa

Todo mundo já fez isso um dia, e quem se prepara para uma prova difícil deve incluir isso em seus estudos com alguma frequência.

Espalhar papéis pelo quarto, no escritório, no armário do banheiro ou em qualquer outro canto da casa está entre as dicas mais efetivas.

Os lembretes podem ter diferentes tamanhos. Também podem conter versículos inteiros ou apenas a parte de um texto, citações ou mesmo uma única palavra. O que importa aqui é exercitar a memória da pessoa.

Quando se deparar com o bilhete, leia-o em voz alta. Se for o caso, faça isso mais de uma vez.

Com essa e com as outras dicas, será muito mais fácil aprender como decorar a Bíblia.

Boa leitura!