Os 5 Melhores Livros sobre a História da Igreja

melhores livros historia da igreja

Uma das categorias mais interessantes da literatura consiste na história da igreja cristã. Primeiramente, os melhores livros que abordam essa temática remontam ao início do cristianismo, passando pela consolidação do catolicismo, a reforma protestante e a disseminação da religião pelos dias atuais.

Certamente, um dos livros apresentados sobre a história do cristianismo a seguir atenderão às suas necessidades por fontes de qualidade para saber mais sobre o assunto e seus acontecimentos.

Livros com Desconto
Compre livros com desconto Amazon
3

Vamos nos aprofundar nas melhores obras sobre a história da igreja?

Nesta lista, você encontrará um conteúdo com passagens valiosas sobre a história do cristianismo, desde a igreja cristã primitiva até a atualidade. Isto é, um dos primeiros desafios da história foi a célebre perseguição empreendida pelo Império Romano, nas quais muitas mulheres e homens morreram em decorrência de seu amor a Jesus Cristo.

De acordo com os vários autores citados ao longo deste artigo, às perseguições externas, somaram-se inimigos mais poderosos ao longo da história, representados pelas heresias internas da igreja cristã e sua teologia.

Principalmente, alguns dos líderes mais importantes da história da igreja foram responsáveis pelas mais relevantes interpretações heterodoxas da Bíblia ou dos princípios reguladores da igreja.

Não menos importantes são as reações registradas pela própria história da igreja no decorrer dos séculos. Acompanhe a leitura até o final e aproveite todos os conteúdos!

1. Martinho Lutero: Renegado e profeta, de Lyndal Roper

livro martinho lutero

Roper é uma pesquisadora renomada e, nesta edição, apresenta uma biografia detalhada de Martinho Lutero. Porquanto a obra trabalhe com uma nova perspectiva da Reforma Protestante e seu impacto na história da igreja ao longo dos séculos, mostra, ainda, um perfil multifacetado de Lutero em seu conteúdo.

Em outras palavras, ao pregar a famosa folha contendo suas noventa e cinco teses nas portas da igreja de Wittenberg, em outubro de 1517, deu início ao processo que revolucionou a história da igreja e todo o mundo ocidental.

Ademais, suas ideias se espalharam, rapidamente, por todos os campos. O ataque à igreja convulsionou a Europa, dividindo os cristãos e polarizando suas crenças. Desse modo, muitas perseguições religiosas foram desencadeadas, marcando a história da igreja com inúmeras guerras, agitações sociais e incertezas para o indivíduo cristão.

Embora seus princípios acerca do cristianismo, paradoxalmente, contribuíram na derrocada do domínio absoluto da igreja tradicional em todos os aspectos da vida, a história de Lutero registra um indivíduo repleto de falhas, noções fundamentalistas, sendo politicamente reacionário e antissemita convicto.

De maneira idêntica, este clássico mostra que, mesmo se tratando de um crente fervoroso, Lutero foi atormentado pelas dúvidas e travou duras polêmicas com seus adversários, tanto acerca da história de Cristo quanto do cristianismo (e de sua igreja).

Neste livro – um verdadeiro clássico –, a história narrada por Roper demonstra como Lutero foi importante para libertar a sexualidade dos estigmas impostos pela igreja e, simultaneamente, manter um lugar secundário para as mulheres na sociedade.

2. A difícil missão de William Tyndale, de Steven Lawson, destaque entre os melhores livros sobre a história da igreja

livro a dificil missao de william tyndale

Tyndale foi um teólogo, gênio linguista e erudito que almejou entregar aos seus contemporâneos as sagradas escrituras em sua própria língua.

Seja como for, esse objetivo era muito complicado e, neste livro, Lawson demonstra como o protagonista sacrificou a própria vida e, assim, gravou seu nome para sempre no espírito da história.

Por conseguinte, no início do século XVI, as leis britânicas (diferentemente do que ocorreria, nos séculos posteriores, nos Estados Unidos – devido, em grande medida, por seus “pais fundadores”) controlavam as fontes de acesso dos indivíduos à leitura da Bíblia, proibindo a tradução do livro e das histórias que eram impressas exclusivamente em latim.

Com toda a certeza, o linguista e teólogo Tyndale – um nome proeminente nesta área – já havia decidido tornar as escrituras conhecidas entre os seus conterrâneos, abraçando esta árdua tarefa que, nas páginas do livro de Lawson, foi determinante para a cultura ocidental.

3. Afeições religiosas, de Jonathan Edwards

livro afeicoes religiosas

No livro de Edwards, é defendido o conceito de que a verdadeira religião, segundo suas páginas, pode ser identificada pela existência de devoção e “afeições santas”. Desde um ponto de vista da cultura religiosa, os volumes escritos pelo autor esclarecem que os sinais característicos da santidade e da virtude aceitáveis a Deus são os elementos centrais para os cristãos.

Como um dos temas centrais, o autor mostra, de modo brilhante, que essas respostas poderão ser encontradas no próprio coração dos homens. Nestas páginas, você entenderá que a cultura, a inclinação e a vontade das pessoas só são compatíveis com a magnanimidade divina quando a vida, os acontecimentos e os sentimentos são plenos de vigor e intensidade.

Não apenas os aspectos de cultura religiosa devem ser levados em consideração: para Jonathan Edwards, há uma forma específica de discernir entre os falsos e os verdadeiros sinais do “avivamento para o reino divino”, identificáveis tanto nos pais quanto nos filhos.

Assim sendo, esta obra é considerada um dos maiores clássicos da chamada “literatura evangélica” (ou “literatura do reino de Deus”), integrando uma cultura diversa da maioria dos elementos encontrados entre os autores cristãos – independentemente de seu nome.

4. O Homem que Deus usa: Nada mais trágico do que chegar ao fim da vida e saber que tomamos o caminho errado, de Charles Spurgeon

livro o homem que deus usa

Como se sabe, este autor sempre se preocupou em formar as novas gerações que desejam trabalhar em prol do reino de Deus. Nesta obra (tal como em outros volumes de sua autoria), Spurgeon se dedica a encorajar aqueles que já começaram a atuar, descortinando os bastidores dos treinamentos dos religiosos que tiveram ministérios frutíferos e ungidos.

A presente obra pode ser adquirida online e com desconto, colocando os leitores em contato com valiosas fontes de textos que compõem uma impressionante unidade sobre o reino divino.

Em suma, a leitura da obra revela o estreito caminho a ser percorrido, com informações úteis às pessoas que querem conhecer a história da religião com maior profundidade, aproveitando, conforme mencionado, o desconto e demais facilidades que as vendas pela internet propiciam para este conteúdo.

5. Uma breve história das doutrinas cristãs, de Justo L González

livrouma breve historia das doutrinas cristas

A edição deste livro no Brasil representa uma fantástica introdução às diferentes doutrinas cristãs, considerando o contexto histórico em que surgiram, bem como a sua importância para a fé em Jesus e a prática cristã dos dias atuais e dos chamados “pais das igrejas de Cristo”.

Por certo, González demonstra sua habilidade na interpretação das doutrinas, fé e crenças religiosas ao redor do mundo. Em seguida, os leitores podem refletir acerca das implicações para cada cristão do Brasil.

Por isso, a leitura desta edição de “Uma breve história das doutrinas cristãs” permite o acesso e a compreensão das tradições elementares das ideias que constituem o âmago da identidade cristã no Brasil e no mundo, em um dos melhores volumes do autor e missionário González.

Veja também: