Os 11 Melhores Livros de Gestão de Pessoas

melhores livros gestao de pessoas

Na atualidade, o mercado apresenta uma grande necessidade de bons gestores. No entanto, não é nada fácil encontrar pessoas capazes de lidar com necessidades de equipes dotadas de grande diversidade e que assegurem o engajamento e a motivação dos colaboradores.

Em contrapartida, manter-se atualizado consiste em uma excelente forma de conseguir isso. É por isso que, neste artigo, trazemos alguns dos melhores livros sobre gestão de pessoas, visando ajudar você nas tarefas de recursos humanos, que demandam altos níveis de dedicação e estudo.

Vamos nos aprofundar nos melhores livros de gestão das pessoas?

Além das exigências, o mercado de trabalho apresenta, ainda, outra característica que não pode ser negligenciada: sua constante mudança. Sob o mesmo ponto de vista, surgem novas tecnologias que acompanham as gerações, deixando a gestão de pessoas cada vez mais complexa.

Afinal, é natural se sentir perdido em meio à grande quantidade de novos processos. Aliás, como manter a sua carreira atualizada em um contexto no qual as mudanças na gestão de pessoas ocorrem tão rapidamente?

Pensando nisso, elencamos, a seguir excelentes livros acerca da área de gestão de pessoas. Todos os livros mencionados apresentam sugestões valiosas que podem auxiliar você a se manter em dia com as transformações do ambiente de trabalho. Boa leitura!

1. RH Data Driven, de Bernard Marr

livro rh data driven

Marr, no livro “RH Data Driven”, revela as formas pelas quais os dados e as informações podem ser trabalhados para influenciar positivamente nas rotinas organizacionais, melhorando o desempenho da gestão de pessoas, otimizando processos e qualificando as tomadas de decisões na área.

O livro incentiva os profissionais da gestão de pessoas a aproveitarem a enorme quantidade de dados que, hoje em dia, estão disponíveis nas empresas. Em segundo lugar, o autor demonstra como o mundo tem se tornado, a cada dia, mais inteligente.

Ainda que muitos livros abordem esses assuntos, a diferença desta obra pode ser encontrada na ênfase dada pelo autor à mensuração de tudo o que é realizado no trabalho de gestão de pessoas, desde as operações comerciais mais intrincadas até o bem-estar, felicidade e ações diárias dos funcionários.

Sem dúvida, tal explosão implica que as equipes da área de RH têm, mais do que nunca, nas pontas de seus dedos, informações de qualidade e com potencial para bons insights na gestão de pessoas.

A inteligência artificial e o big data – elementos discutidos em muitos livros – estão alterando os modos de agir das pessoas a forma como os negócios são feitos. Obviamente isso inclui a gestão de pessoas e os processos de recrutamento e seleção.

Anteriormente, é preciso ressaltar, não era comum encontrarmos, por exemplo, tantos livros voltados ao público que deseja obter recursos para estimular inovações na gestão de pessoas por meio de tecnologia e dados.

2. Os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes, de Stephen R. Covey

livro os 7 habitos das pessoas altamente eficazes

Este é um dos livros considerados – tanto pelo público quanto pela crítica especializada – como um dos livros mais importantes do século XX sobre a gestão de pessoas.

Portanto, entre todos os livros de Stephen R. Covey que aparecem como os mais vendidos segundo o “The New York Times, este se destaca por ter se tornado uma grande referência a todos os profissionais que lidam com a gestão de pessoas e desejam aprimorar seus métodos de trabalho, resolvendo problemas com maior eficiência.

Por consequência, Covey fundamentou-se nas clássicas fábulas de Esopo a fim de elaboras as teorias da eficiência – expostas também em outros de seus livros – e abordar as principais lições que podem, na gestão de pessoas, serem facilmente aplicadas na prática.

Afinal, essas lições de Stephen Covey referem-se, principalmente, ao equilíbrio entre os resultados que você obtém na gestão de pessoas e sua capacidade produtiva – conceito fundamental nos livros do autor.

Nesse sentido, os livros de Covey são essenciais, especialmente, para os responsáveis pela gestão de pessoas. Nesta obra, além de mostrar como potencializar o seu autoaprimoramento e otimizar suas habilidades de liderança, você aprenderá, ainda, como guiar os membros de sua equipe e incentivar a harmonia em seu time.

3. Como fazer amigos e influenciar pessoas, de Dale Carnegie

livro como fazer amigos e influenciar pessoas

Trata-se de um dos livros mais vendidos, superando a marca de cinquenta milhões de exemplares, editado em várias línguas.

Antes de tudo, é preciso mencionar que esta obra sobre a gestão de pessoas enfatiza e posiciona os relacionamentos profissionais como uma fonte imprescindível para atingir a realização, baseando-se em pesquisas realizadas junto à Universidade de Stanford, entre outras instituições.

Só para ilustrar, Dale Carnegie produziu um dos livros com as melhores técnicas e métodos para que os profissionais que lidam com a gestão de pessoas consigam alcançar os seus objetivos.

Posto que muitos leitores tendem a duvidar que os livros possam ajudar nas atividades relacionadas à gestão de pessoas, o autor ressalta que um dos princípios mais importantes consiste em procurar compreender as pessoas, em vez de condená-las.

Conquanto devamos descobrir o que as pessoas com as quais trabalhamos fazem e como o fazem, tal atitude é muito mais intrigante e benéfica, no contexto da gestão de pessoas, do que a mera atitude crítica.

Essa postura gera bondade, tolerância e simpatia justamente, em um dos pontos críticos de qualquer organização: o capital humano. Sob essa perspectiva, “Como fazer amigos e influenciar pessoas” demonstra como os relacionamentos são determinantes para que a gestão atinja o engajamento necessário para o sucesso de todos os projetos do negócio.

Em síntese, essas assertivas representam o pensamento central do autor sobre gestão de pessoas, em um best seller considerado uma obra-prima por, entre outros motivos, oferecer técnicas acionáveis para otimizar a gestão moderna.

Carnegie destaca amplamente o impacto positivo do elogio sincero como um modo de conquistar a confiança da equipe. Principalmente, considera as principais qualidades quando refletimos sobre gestão de pessoas e administração de empresas.

Posteriormente, discorre, ainda, sobre a imprescindibilidade de fazer com que os trabalhadores se sintam relevantes nos projetos em que atuam, por meio de falas, atitudes e gestos.

Todos os que refletem sobre gestão de pessoas e administração de empresas devem considerar, seriamente, que a necessidade de se sentir útil é inerente à própria natureza humana.

4. Gestão de pessoas: o novo papel dos recursos humanos nas organizações, de Idalberto Chiavenato

livro gestao de pessoas

Com a finalidade de falar sobre gestão de pessoas, Chiavenato propõe uma abordagem inovadora, chancelada por um escritor consagrado na área de RH – uma verdadeira referência aos profissionais da área e para empresas de todos os segmentos.

Analogamente, esta obra é essencial para quem deseja entender mais sobre gestão de pessoas e equipes nas empresas, sendo uma leitura obrigatória no desenvolvimento e treinamento de profissionais de RH.

Em resumo, Chiavenato trata de questões vinculadas aos desafios presentes nas empresas e no setor de RH, com soluções aplicáveis sobre gestão de pessoas, por meio de princípios vitais, como monitorar, manter, desenvolver, recompensar, aplicar e agregar.

Acima de tudo, Chiavenato é uma leitura indispensável para se atualizar sobre gestão de pessoas. Vale lembrar que o Chiavenato já recebeu vários prêmios, tanto por suas contribuições para a área de RH quanto para a produtividade geral das empresas.

5. Agile people, de Pia-Maria Thoren

livro agile people

Agile people é o nome do movimento fundado pela autora deste livro, iniciado, em 2013, na Suécia. Pia-Maria Thoren é especialista em RH e na capacitação de gestores em lideranças ágeis, tendo consultado algumas das maiores multinacionais da Europa.

Com o fim de propor uma abordagem radical aos gestores de RH, este livro intenciona dotar as organizações de funcionários motivados, descrevendo as formas pelas quais os gestores e analistas podem adotar um mindset fluído e flexível, criando uma cultura e estrutura projetadas para o enfrentamento dos desafios futuros.

Nesse meio tempo, a autora enfatiza que, visando assegurar que os colaboradores sejam bem-sucedidos e motivados, é necessário, segundo o livro, que o líder responsável pelo RH saia de sua zona de conforto para produzir obras duradouras, como frutos de uma nova forma de pensar.

6. O monge e o executivo, de James C. Hunter

livro o monge e o executivo

Obras que, em pouco tempo, já se tornaram clássicas como o livro “O monge e o executivo” retratam ensinamentos imprescindíveis sobre liderança em RH mediante a história de grandes empresários. Neste caso, o executivo abandona sua carreira para se converter em monge.

No entanto, em contraste com outras obras do gênero, este livro é fundamental para todos que desejam aprender a lidar com seus colegas de trabalho e, sobretudo, para os líderes que desejam inspirar suas equipes do melhor modo possível, com impactos positivos na vida profissional dos leitores.

Para que o gestor contemporâneo melhore os resultados de sua empresa, este livro tem como foco central os trabalhadores de todos os segmentos, seja qual for a empresa, capacitando o gestor a se relacionar melhor.

7. Como dizer? A arte de dar e receber feedback, de Eliana Pita

livro como dizer

A autora Eliana Pita entrega ao público, em “Como dizer? A arte de dar e receber feedback”, um livro essencial (de fato, é tido como um dos livros sobre gestão de empresa mais importantes da atualidade). Eventualmente, ela aborda um tema que se configura como alternativa para a formação de equipes de alto desempenho em qualquer empresa: a chamada “cultura do feedback”.

Com o intuito de enriquecer o livro, a autora defende a implementação desse recurso como um meio de coibir problemas rotineiros, elevando as chances de que a empresa atinja altos níveis de performance e, mediante um dos mais vendidos livros sobre gestão, assegurar que as expectativas do seu negócio sejam atendidas.

Ainda mais relevante: Pita oferece, neste livro, dicas valiosas para propiciar feedbacks de um modo positivo nas organizações. Similarmente, os livros sobre gestão objetivam, de modo geral, o aprimoramento das atividades profissionais no interior das organizações, reduzindo ineficiências a partir do alinhamento comunicacional.

Só para exemplificar, um dos focos da autora neste livro é, precisamente, mostrar os feedbacks como ferramentas cruciais para o crescimento das organizações, capazes de motivar equipes, em um dos melhores livros sobre gestão.

Veja tambémOs 9 Melhores Livros de Programação

8. Motivação nas organizações, de Cecília Whitaker Bergamini

livro motivacao nas organizacoes

O livro “Motivação nas organizações”, como um dos melhores livros sobre gestão, provoca os leitores com a seguinte reflexão: você sabe o que fazer para manter sua força de trabalho motivada?

Caso a sua equipe não consiga responder a essa questão, este livro deve ser urgentemente lido por todos os colaboradores, independentemente do departamento no qual atuam.

Uma vez que a sua equipe identificar o valor da motivação, será possível encontrar na internet vários conteúdos que complementarão as informações absorvidas no texto de Bergamini, tais como os encontrados no blog do Xerpay.

9. Comunicação não-violenta, de Marshall B. Rosenberg

livro comunicacao nao violenta

Rosenberg apresenta um manual didático e totalmente voltado à vida real, ou seja, aos problemas enfrentados por uma equipe de profissionais no dia a dia de sua organização.

Por exemplo, não são todos os autores que adotam esse tipo de “professional approach” acerca da otimização das comunicações e relações interpessoais. Nesta obra, Rosenberg expõe como as boas comunicações podem evitar conflitos em quaisquer situações, desde as rotinas cotidianas aos conflitos políticos.

A obra esclarece os leitores de que a paz nos ambientes corporativos não pode se estabelecer quando é baseada no medo. Por mais que um “professional” conheça histórias de bons autores e exemplos práticos, é preciso se esforçar para implementar boas estratégias comunicacionais.

10. Descubra seus pontos fortes, de Marcus Buckingham

livro descubra seus pontos fortes

Para preparar adequadamente a mão de obra disponível no mercado, Buckingham faz um alerta aos líderes empresariais a respeito da relevância de valorizarem todos os pontos fortes de cada “professional worker”.

Visando garantir o bem-estar e o bom desempenho dos colaboradores, Buckingham lista os resultados centrais e sintetiza o conhecimento advindo de um estudo realizado pelo Instituto Gallup, na qual mais de duas milhões de pessoas tomaram parte.

Assim, os negócios bem-sucedidos se concentram nos seus pontos fortes, deixando os pontos fracos mais irrelevantes. A lista desse tipo de conhecimento funciona, também, para os indivíduos – até mesmo para evitar, por exemplo, os roubos de identidade online (infelizmente, algo mais comum nos dias de hoje).

11. Criatividade S.A., de Ed Catmull

livro criatividade sa

O texto de Catmull não podia faltar de nossa lista de best sellers, pois sugere que sua própria criatividade o levou a receber, por 5 vezes, o Oscar devido a sua atuação na Pixar e na Disney Animation.

Para o setor que visamos neste artigo, Catmull transmite ações e estratégias, em uma lista que estimula a criatividade, podendo ser adotadas por quem almeja transpor barreiras que impedem o líder de atingir seus objetivos e metas.

Milhares de Livros em Promoções Diariamente na Amazon! Se você ama ler, não pode perder.